Federação Paraense de Judô é agraciada com quatro promoções de Kodanshas no estado


Realizado nesta sexta-feira(11), no Auditório da UNAMA Parque Shopping, às 19h, a cerimônia de outorga de graus de Kodansha promovidos à 6º Dan.

A Federação Paraense de Judô, em seus 46 anos de existência, teve, até então, no seu quadro técnico, 4 (quatro) Kodanshas. Nos últimos 4 (quatro) anos (2017 a 2021), durante a Gestão Cidadania e Disciplina, ocorreram 6 (seis) promoções de Kodanshas no estado do Pará: em 2018 Mestre ANTONIO DOS SANTOS GOMES, 7º Dan e ADAELSON DE SOUZA SANTOS, 6º Dan; em 2021 JOÃO DE SOUZA SANTOS, do Pará Clube, ENIVALDO RODRIGUES CORDOVIL, do Instituto Federal do Pará, MAURO RIBEIRO DE CARVALHO, da Associação Desportiva do Município do Acará e ALAM DOS REIS SARAIVA, do Instituto Federal do Pará. Também, ocorreu a promoção de LUIZ CLAUDIO DOS SANTOS FREITAS, do Clube Itagipano de Judô, registrado na Federação Baiana de Judô com apoio e aprovação da Federação Paraense de Judô, com muito louvor e mérito.

O estado do Pará agora conta com um total de 6 (seis) Kodanshas compondo o quadro técnico da FPAJU, através de uma gestão com ações e implementações inéditas. Hoje(11) com todo o trabalho que foi desenvolvido na gestão de excelência e brilhante apoio institucional da Confederação Brasileira de Judô-CBJ, destacando o judô paraense e elevando o exemplar compromisso das realizações com o trabalho apresentado, a FPAJU obteve o reconhecimento nacional de todos os que trabalharam em prol do judô paraense. Em consequência, neste momento, reduz um pouco o desequilíbrio de Kodanshas no estado do Pará e da representação da Região Norte do Brasil dentro do seleto grupo de Kodanshas do país.

Com muita dedicação ao esporte, o judô paraense tem em seu quadro uma referência no cenário profissional da educação física, o professor ENIVALDO RODRIGUES CORDOVIL, privado acerca de 14 anos da justa e devida promoção. O mais antigo dentre os promovidos, com 69 anos de idade, JOÃO DE SOUZA SANTOS, destaca-se como árbitro internacional, promovido à FIJ B; O senhor MAURO RIBEIRO DE CARVALHO, também atua como árbitro internacional, promovido a FIJ C durante a Gestão Cidadania e Disciplina; O Prof. Dr. ALAM DOS REIS SARAIVA, atua como técnico e foi selecionado e aprovado na gestão para capacitação no intercâmbio Brasil x Japão, dentro do compromisso institucional entre a FPAJU e a CBJ.

A Federação Paraense de Judô parabeniza a todos pela merecida promoção e deseja que o compromisso, disciplina e a uniformidade sejam a base das ações dentro da nova graduação.

Da esquerda para direita os Kodanshas João Santos, Mauro Ribeiro, Enivaldo Cordovil e Alam Saraiva

GRATIDÃO – é um sentimento de reconhecimento, uma emoção por saber que uma pessoa fez uma boa ação, um auxílio, em favor de outra, independente da pessoal lhe adorar. é querer agradecer a outra pessoa por ter feito algo muito benéfico para aquele que faz, mesmo havendo divergências pessoais.

EGOISMO – é o hábito ou a atitude de uma pessoa colocar seus interesses, opiniões, desejos, necessidades em primeiro lugar, em detrimento do ambiente e das demais pessoas com que se relaciona.

EGO – aquele que recebe informações do ID e do superego e está em permanente atividade. Ele tem a tarefa de garantir a saúde, segurança e sanidade da personalidade.

RESPEITO – um sentimento positivo por uma pessoa e também ações específicas e condutas representativas daquela estima. Também, ser um sentimento específico de consideração pelas qualidades reais do respeitado.

KODANSHA – é um título de alta graduação, específico do Judô criado pelo Instituto Kodokan, e que deve ser outorgado àqueles que se empenharam no aprendizado, na prática contínua, na demonstração da sua eficiência técnica, e à devida dedicação no ensino, no estudo e na pesquisa do Judô.

  • “É considerado mestre (shihan) porque detém maior conhecimento técnico, dispondo de imagem inabalável, dada sua conduta impecável perante a sociedade. É símbolo de dedicação, persistência, caráter, honra, honestidade e sabedoria.
  • Deve ser o modelo a ser seguido, já que sua posição é de perpetuador dos ensinamentos do mestre Jigoro Kano e representante da kodokan.
    SER REPRESENTANTE DA KODOKAN É FAZER PARTE DO CONSTANTE APERFEIÇOAMENTO DO JUDÔ IDEALIZADO PELO MESTRE. TEM COMO PAPEL, PERPETUAR OS ENSINAMENTOS ATRAVÉS DA FORMAÇÃO DE SEUS DISCÍPULOS.
  • JIGORO KANO, ao observar os primeiros alunos promovidos à 6º Dan, notou um diferencial muito grande em relação aos demais praticantes: nas atitudes, no comportamento, na formação moral, no domínio dos conhecimentos e na pedagogia.
  • Ele disse: “estou criando a categoria denominada de kodansha de 6º a 10º dan, e estes devem ESTUDAR e PESQUISAR cada vez mais, aperfeiçoar e aprofundar nos conhecimentos culturais, intelectuais globalizados voltados a interação do judô com a sociedade, ISTO É FILOOSOFIA DE JUDÔ”.
  • Os judokas com essa formação terão a denominação de SHIHAN. Portanto, os kodanshas são considerados PESQUISADORES e PROFESSORES, e devem agir como tal. Buscando sempre mais sabedoria e aperfeiçoamento.
  • Mesmo atingindo um alto grau de aperfeiçoamento dentro do judô, o kodansha permanece em constante aprendizado.
  • O QUE SE ESPERA DE UM KODANSHA?
    1 – Deve ser atuante no que se refere a treinamentos e aulas;
    2 – Passar adiante os seus conhecimentos e experiência de vida;
    3 – Demonstrar e ensinar técnicas de forma correta com atenção aos detalhes, inclusive conhecendo os porquês de cada um dos movimentos, histórias e conceitos fisiológicos;
    4 – Formar seus próprios faixas pretas;
    5 – Têm a obrigação de formar ao menos um atleta, desde sua iniciação até um nível elevado.
    6 – Deve ser uma referência para menos graduados, por isso deve possuir conhecimento geral capaz de, por exemplo:
    6.a) Explicar coisas básicas, como o significado da palavra KODAN SHA.
    “Durante a uma palestra na FPJ, com participação de mais de 6º kodanshas, pedi para que os mesmos definissem a palavra kodansha. Qual foi a minha surpresa? O desconhecimento geral, inclusive dos 8º dan. Isto é preocupante, são kodanshas e não sabem o significado do seu título.
    6.b) Demonstrar a maioria absoluta das técnicas (inclusive Katas) e o completo conhecimento da filosofia e normas do judô.
    “Durante a padronização notamos a dificuldade destes kodanshas, em identificar a diferenciação entre as técnicas: sassae-tsuri-komi-ashi e okuri-ashi-harai, de-ashi-harai e kosoto gari.”
    6.c) Ministrar cursos e palestra sobre judô em todas as suas formas.
    “Solicitei um rodízio entre os integrantes que compõem a equipe da banca examinadora em exames de graduação, apenas 2 se manifestaram, os demais declararam despreparados para ministrar uma palestra aos candidatos promovidos.”
    6.d) Publicar artigos sobre o Judô em geral.
  • 6.e) Organizar eventos.
  • Todos esperam que os kodanshas sirvam de exemplo, sejam conselheiros e grande conhecedores do judô, podendo assim contribuir de maneira efetiva na perpetuação do conhecimento, tanto técnico, como teórico e filosófico.

  • PAPÉIS PRINCIPAIS DOS KODANSHAS
    1 – Como shihan
  • Todo Kodansha deve ser atuante no que se refere a treinamentos e aulas. Uma das mais importantes funções do Pós–Graduado é sem dúvida, passar adiante os seus conhecimentos e experiências de vida. Sendo assim, o Kodansha deve ser um professor responsável, ou orientador ou simplesmente comandar treinamentos mesmo que esporadicamente.
  • O Kodansha deve saber demonstrar e ensinar técnicas e katas de forma correta e com atenção aos detalhes, inclusive conhecendo os porquês de cada um dos movimentos, histórias, conceitos fisiológicos, etc.
  • O Kodansha deve formar seus próprios faixas pretos, evitando assim o recrutamento de atletas de outros professores. Um kodansha tem a obrigação de formar ao menos um atleta, desde sua iniciação até um nível mais elevado (acima de San Dan).

  • 2 – Como técnico
  • O kodansha deve ser capaz de planejar e obviamente ministrar treinamentos em qualquer nível, inclusive em alto nível como de seleções estaduais e nacionais.
  • O kodansha deve ter uma equipe competitiva e participativa, demonstrando quantidade e qualidade dos seus alunos.

  • 3 – Como pessoa
  • Todo kodansha deve ter consciência da importância do curso superior para essa graduação. Ao contrário de antigamente, hoje os cursos de graduação (Educação Física, Direito, Economia, Administração) estão muito mais acessíveis. O estudo é fundamental para qualificar o técnico mesmo este sendo um professor esportivo.
  • É papel de o técnico incentivar os atletas a estudarem tanto quanto treinar, e nada mais apropriado do que o técnico ser o exemplo.
  • Deve dar exemplo de boa conduta: não fumar ou beber diante dos alunos, principalmente durante os eventos.
  • “Já presenciei professor kodansha de kimono saindo do local de competição com seus alunos (crianças) com lata de cerveja”.
  • É comum observar nas lanchonetes dos ginásios onde estão sendo realizados torneios e campeonatos kodanshas com a mesa cheia de lata ou garrafa de cervejas, rindo e falando alto.
  • Como um kodansha pode falar de bons hábitos se ele bebe, fuma ou tem outros vícios?
  • Também é muito importante o Kodansha se apresentar de maneira apropriada, manter a barba e cabelos bem aparados e o kimono limpo, alinhado e sóbrio.
  • Em encontros de professores podemos notar kodanshas de kimono desbotado, com a calça comprida arrastando no tatami, Uwagui pequeno com todo abdômen saliente de fora.
    Professores com graduação de 8o dan de kimono azul escrito das costas “técnico”, 9º dan com kimono parecendo de um lutador de jujitsu com vários emblemas.

  • 4- Como orientador
  • – É muito importante para o Kodansha ter conhecimento sobre alimentação, da psicologia aplicada, sobre o relacionamento familiar, da pedagogia, da educação e obrigações no lar,
  • enfim, o seu papel de judoista junto a sua comunidade também é de orientar os seus alunos, não só sobre o judô”.

Agradecemos imensamente todo apoio institucional da UNAMA Parque Shopping Senhor Diretor DIRCEU COSTA DOS SANTOS.

Da esquerda para Direita os Kodanshas Enivaldo Cordovil, João Santos, Mauro Ribeiro e Alam Saraiva

Links e Referências:

1 comentário em “Federação Paraense de Judô é agraciada com quatro promoções de Kodanshas no estado”

Deixe um comentário