SELEÇÃO PARAENSE DE JUDÔ – SÊNIOR

Seleção Paraense embarcou sexta-feira (29) rumo ao Campeonato Brasileiro Sênior e Primeiro Encontro Nacional de Arbitragem em Balneário Camburiu – SC. O presidente da FPAJU, embarca nesta sexta-feira (29) com 10 (dez) atletas e 2 (dois) técnicos da Seleção Paraense de Judô e 1 (um) Arbitro Internacional, do Aeroporto Internacional de Belém rumo a Balneário Camburiu-SC, onde sediará o Campeonato Brasileiro Sênior e primeiro encontro de Arbitragem Nacional no dia 29 Nov a 01 Dez 2019
A Delegação estão contemplados 12 (doze) passagens aéreas com apoio da CBJ – Confederação Brasileira de Judô (5 atletas e um técnico), FPAJU – PROJETO DE APOIO ATLETAS DE JUDÔ DE BELÉM – SEJEL e material esportivo da SEEL – Secretaria de Estado de Esporte e Lazer.
As disputas Brasileiro Sênior acontecerão no Ginásio Multi-Eventos Sérgio Lorenzato (G2), no dia 30, em Balneário Camburiu-SC, tendo a programação oficial do evento iniciando com o Credenciamento Técnico e sorteio de chaves dia (29) até 17h (horário local), pesagem (29), às 19h, no Hotel Oficial San Marino Cassino Hotel.
No Brasileiro Sênior haverá o primeiro encontro de Nacional de Arbitragem no dia 29, tendo a representação o Arbitro Internacional Mauro Ribeiro de Carvalho, FIJ C.
A competição inicia às 9h na sábado (30) e a Cerimônia Oficial de Abertura (01) às 11h, encerrando no domingo na parte da tarde 12h.
Equipe composta com Delegação:
1 – Alcindo Rabelo Campos – Presidente
2 – Mauro Ribeiro de Carvalho – Arbitro Internacional
3 – Alam dos Reis Saraiva – Técnico
4 – Pedro Guilherme Martins Garcia Junior – Técnico
Atletas convocados:
1 – Valdirene Santos de Nascimento
2 – Luiz Eduardo Motta Pinho Junior
3 – Fabricio de Jesus Lima Baima
4 – Elyson Arnaud da Costa
5 – Luiz Miguel Costa de Magalhães Oeiras
6 – Milton Rafael Ribeiro de Miranda
7 – Adriane Fernanda da Silva e Silva
8 – Mayara de Oliveira da Silva
9 – Ana Beatriz Oliveira Pinto
10 – Davi Afonso Assunção Correa
Destacamos aqui, portanto, cinco motivos para o fã de judô não perder nenhum detalhe e ficar ligado na nossa cobertura do Campeonato Brasileiro Sênior de Judô:
1 – Vale uma vaga na Seleção Brasileira em etapa do Circuito Mundial IJF a ser definida
Com o Brasileiro Sênior sendo o último ato do calendário nacional, a competição ganha maior importância na corrida por uma vaga para representar o país. Após o torneio, o ranking nacional sênior será fechado e os líderes de cada categoria serão premiados com uma convocação para representar o Brasil em uma etapa do Circuito Mundial IJF ainda a ser definida pela comissão técnica da Seleção Principal.
2 – Medalhistas do Grand Slam de Brasília entre os pré-inscritos
Como de costume, o alto nível técnico do Brasileiro Sênior está garantido também para 2019 com a participação dos melhores judocas de cada um dos 26 estados brasileiros mais o Distrituo Federal. Entre eles, 20 atletas que compuseram a seleção brasileira no Grand Slam de Brasília deste ano, como os medalhistas Allan Kuwabara (60kg/SP), Ketelyn Nascimento (57kg/SP), David Lima (73kg/RS)) e Rafael Buzacarini (100kg/SP).
3 – Defesa do título (e dos pontos)
Das catorze categorias em disputa no Campeonato Brasileiro Sênior 2019, nove delas terão judocas que defenderão o título e os 180 pontos da última edição, realizada em Lauro de Freitas (BA). Raphael Miaque (60kg/SP) terá a companhia de Matheus Takaki (60kg/DF), que foi campeão no Superligeiro em 2018 e, com o fim da categoria, sobe para o Ligeiro. Além da dupla, Airton Silva (66kg/RS), Eduardo Bettoni (90kg/MG), Rafael Buzacarini (100kg/SP) e Ruan Isquierdo (+ 100kg/RJ) serão os judocas a serem batidos entre os homens. Já no feminino, Eduarda Francisco (48kg/RJ), Yasmim Lima (52kg/RJ), Aine Schmidt (70kg/RS) e Camila Yamakawa (+78kg/MS) tentarão manter o trono em suas categorias.
4 – Possibilidades de revanches esquentam o Brasileiro Sênior
A corrida pelo título fica mais acirrada a cada edição, assim como a rivalidade dentro do tatami também motiva os atletas a sempre buscarem o topo. Com isso, a possibilidade de revanches cresce e no Campeonato Brasileiro não é diferente: a edição 2019 do torneio pode ter cinco reedições das finais de 2018.
Airton Silva (RS), campeão no Meio-Leve, pode reencontrar Adriano Souza (MG), que ficou com a prata na última decisão. No Médio, Eduardo Bettoni (MG) e Gabriel Oliveira (SP) podem se reencontrar na disputa do ouro, enquanto Jonas Inocêncio (SP) pode devolver a derrota da última edição contra Ruan Isquierdo (RJ) no Pesado, caso cheguem às finais. No feminino, Aine Schmidt (RS) e Sarah Nascimento (MG) podem fazer, no Sul, a final que disputaram no Nordeste, na categori a Médio feminina. Já no Pesado, Istelina Silva (SE) pode tentar dar o troco em Camila Yamakawa (MS).
5 – Entrada franca e com transmissão ao vivo do SporTV
Para acompanhar in loco o Campeonato Brasileiro Sênior é simples: as lutas serão disputadas no Ginásio Multi-eventos Sergio Lorenzato, nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, com a entrada gratuita. As finais da competição terão transmissão ao vivo do canal SporTV, no domingo (1), a partir das 12h (horário de Brasília).

Deixe um comentário