NOTA DE REPÚDIO A FPAJU 

Federação Paraense de Judô, na pessoa do Presidente Alcindo Rabelo Campos, suas associadas, professores, atletas e familiares estarrecidos com as notícias veiculadas nos canais de comunicação, informando a prisão do professor de judô GILBERTO REIS DA CRUZ, preso preventivamente sob a acusação de estupro de vulnerável, tornam público seu repúdio, desprezo e indignação contra estas práticas criminosas e adotarão todas as medidas punitivas, inclusive com banimento do esporte.

O judô é mais que um esporte, é uma filosofia de vida cujos valores principais são a disciplina, o respeito e a confiança; seus professores são reconhecidos mundialmente como formadores de jovens e crianças comprometidas com a cidadania, a cooperação e a solidariedade. A comunidade do judô paraense continuará unida e firme na defesa do judô e de seus praticantes, contra qualquer conduta ilícita e imoral contrária aos valores que acreditamos e defendemos. Belém-PA, 24 de setembro de 2018.

Alcindo Rabelos Campos
Presidente da FPAJU

“Gestão Cidadania e Disciplina”

Leia a nota em PDF.

NOTA DE REPUDIO

Deixe um comentário